noticias_55d65eb6e09c7

O professor e pesquisador Mauroli Cabral (UFRJ) esteve no Rio Grande do Norte neste final de semana que passou.

Definiu o trecho de mar em que serão realizados os cultivos experimentais de algas marinhas. Escolheu a praia de Diogo Lopes, em Macau.

O projeto para cultivo das chamadas macroalgas, da espécie Kappaphycus alvarezii, é pioneiro no Brasil e pode impulsionar a economia local.

Os processos de industrialização de algas têm como principal objetivo a extração do ácido algínico ou alginatos em sais de sódio, potássio, cálcio, magnésio, entre outros, que são essenciais para o agronegócio em todo o mundo.

 

Comentários do Facebook

Deixe um comentário