xbrasil.jpg.pagespeed.ic.XTsYaJizy_

Do Radar na Veja 

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, desembargador Claudio de Mello Tavares, negou neste domingo os pedidos de relaxamento, revogação, substituição e conversão da prisão preventiva de Cristiane Brasil Francisco.

Ele determinou ainda o cumprimento imediato da ordem do ministro Joel Ilan Paciornik, do STJ, no sentido de redistribuição da ação penal inicial e conclusão ao desembargador do Órgão Especial, que será sorteado nesta nesta segunda-feira para analisar o caso

Cristiane Brasil foi presa, preventivamente, no dia 11 deste mês em cumprimento à decisão da Juízo da 26ª Vara Criminal da Comarca da Capital, para resguardo da ordem pública e a instrução criminal, por força da segunda fase da chamada “Operação Catarata”.

Mesmo presa, a PTBista teve sua candidatura homologada à prefeitura do Rio de Janeiro.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Se não foi condenada, ainda é ficha limpa.

    Getúlio Batista, o vice de Cel. Hélio, vai ser eleito vice-prefeito só para ir visitar Cristiane Brasil com tudo pago pelo povo natalense. Getúlio Batista deve chorar muito ao lado do honestíssimo Jeffinho Corrupção.

    Vai vendo onde você se meteu, Cel. Hélio! É essa a chapa de Bolsonaro aqui?

Deixe um comentário