bolsonaro-guedes-petrobras_a512ea6f

A Comissão de Valores Mobiliários não gostou nada das transações com papeis da Petrobras.

Ocorreram em 18 de fevereiro, dia em que Jair Bolsonaro decidiu trocar o comando da estatal.

A decisões resultou em ganhos extraordinários para um investidor cujo nome é protegido pelo sigilo bancário. Coisa de R$ 18 milhões.

A operação  levantou suspeitas sobre ‘insider trading’ pode não ter sido a única a render lucros milionários aos compradores, segundo O Globo.

A Comissão de Valores Mobiliários, que fiscaliza o mercado de capitais, abriu uma investigção sobre a compra de 4 milhões de opções de venda de ação da empresa.

A aquisição, que apostava na queda do valor de mercado da Petrobras, renderam lucro de até R$ 18 milhões de reais ao comprador, o equivalente a 11.125%. A compra foi feita 20 minutos depois da decisão.

Caberá ao CVM apurar.

DO TL 

Enquanto isso, com troca de comando e tudo, o brasileiro continua pagando muito caro pelo gas e pelo combustível. Os caminhoneiros seguem reclamando para encher o tanque.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Mais uma supresa zero. Se investidores ganharam muito antes, agora é puro favo de mel, de tão doce.

Deixe um comentário