16175037716069261b1b64e_1617503771_3x2_lg

Do Painel  na Folha

O ex-presidente Lula começará a intensificar sua atividade política com reuniões e caravanas a partir do sábado (17), 14 dias após tomar a segunda dose da vacina. Em geral, duas semanas é o período necessário para que a imunização aconteça.

O petista se queixou a interlocutores ao longo de 2020 de ter sua atuação prejudicada tanto pelos processos na Justiça, que lhe tomavam tempo, como pela pandemia, que o impedia de participar de encontros com aliados.

Nesta quinta (15), o STF continuará o julgamento sobre a anulação das condenações do ex-presidente no plenário da corte.

DO TL 

Ontem, a militância petista recebeu uma boa notícia logo após a decisão do STF levar o julgamento para o Plenário da Corte.

A Pesquisa PoderData, saindo do forno, mostrando que Lula  teria 18 pontos de vantagem sobre Jair Bolsonaro (sem partido) num eventual 2º turno na disputa pelo Palácio do Planalto. O petista teria 52% contra 34% do atual presidente.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Ele, vacinado, pode causar aglomeração com quem nem sabe quando será vacinado? Se for assim, nenhuma diferença entre os dois cretinos Lula e Bolsonaro.

  2. PedroArtur
    Responder

    Verdade observanatal, mas isso os militantes e parte da imprensa nao comenta nada , lembra da campanha para prefeito e veriadores , podia tudo , isso eh o Brasil.

Deixe um comentário