Bolsonaro-e-Lula_00111082_0

Por Lauro Jardim no Globo

A pesquisa XP/Ipespe, divulgada mensalmente desde 2018, com os índices de aprovação do governo e de intenção de votos, acabou — ao menos com essa marca.

Ou melhor, temerosa com a reação de clientes bolsonaristas, que tem reagido negativamente a cada levantamento apontando a liderança folgada de Lula nas intenções de votos para 2022, a XP resolveu não ferir suscetibilidades dos seguidores do presidente

A solução encontrada pela XP é a de passar a encomendar pesquisas a outros institutos, além do Ipespe.

E de assuntos que também incluam outros temas de interesse dos clientes da empresa fundada por Guilherme Benchimol.

A próxima pesquisa (de intenção de voto e de avaliação do governo Bolsonaro) será divulgada nesta semana.

Provavelmente, já será neste novo formato: assinada apenas pelo Ipespe, mas sem a assinatura da XP que, no entanto, continuará bancando-a e distribuindo-a.

DO TL 

É uma deferência aos clientes bolsonaristas , sem dúvida.

Principalmente aos que se contentam em seguir a vida tirando o sofá da sala ou quebrando o termômetro para não enxergar a febre da criança.

Comentários do Site

  1. Rogério
    Responder

    Lembramos do fiasco e a vergonha pelo qual passaram as empresas de pesquisa nas últimas eleições presidenciais. Não é possível que não aprendam. Acho que até o Ibope que era a maior de todas fechou por falta de credibilidade. Atualmente no país, somente a Paraná Pesquisa é confiável, às outras, acho que fazem a pesquisa em presídios, delegacias, Cracolândia, MST, nesses locais.

Deixe um comentário