sheraaton-reserva-do-paiva-recife (9)
DicasPernambuco

Programação para crianças e adultos no Sheraton Recife

Se você não está conseguindo aproveitar esse veraneio como deveria e só pode curtir as escapadinhas de final de semana, eu trago uma excelente opção para adultos e crianças. O Sheraton Reserva do Paiva, localizado em Cabo de Santo Agostinho, coladinho com Recife vai oferecer durante todo o mês de janeiro uma programação especial para as crianças e atrações que envolvem lazer e relaxamento para os adultos.

O Reserva do Paiva é, originalmente, um hotel corporativo. Mas tem inovado em sua programação para atrair o público que busca descanso e lazer, com foco em famílias, oferecendo diversas atrações para os pequenos.

O próximo final de semana, dos dias 18 e 20 de janeiro, terá os sentidos como temática central da recreação infantil. As crianças poderão aproveitar as aulas de culinária como Mini Chefs da Tramontina ena Oficina de Crochê, com Letícia Moreira. Além disso, será montado um superacampamento com recreação e haverá ainda um Tapete Voador e oficinas musicais.

Piscina do Beach Club

Piscina do Beach Club

Quer saber o que você vai ficar fazendo enquanto a criançada se diverte? Do lado dos adultos, vai ter a feijoada do Beach Club com Chorinho do Grupo Sapucaia e uma Sunset Party na piscina do hotel. Para fechar, um pocket show com Ricardo Chacon no Lobby Bar. Tudo no sábado, 19 de janeiro.

É ou não é um motivo pra dar um pulinho em Recife?

alagoas
DicasNacionalNordeste

5 bons motivos para incluir Alagoas no seu roteiro de viagens

Sobram motivos para incluir Alagoas no seu roteiro de viagem de 2019. Com praias de tirar o fôlego e cenários deslumbrantes, o pequeno estado reúne em seus domínios gastronomia marcante, águas transparentes, lagos de azul intenso, paisagens inigualáveis ao alcance de todos e uma série de outros predicados que justificam a visita em 2019.

Mas para não promover uma lista tão extensa, eis aqui 5 bons motivos para incluir o destino no seu roteiro de viagem neste verão:

1 – Praias

As praias alagoanas bem que se assemelham às caribenhas, mas ao contrário do arquipélago da América Central, a disposição litorânea do estado não é em ilhas, mas se estende por cerca de 230 quilômetros de costas, banhando todo o território alagoano. Lá, o azul e o verde se confundem – em degradés jamais vistos –  com a fauna marinha, formando uma deliciosa aquarela e justificando o carinhoso apelido de “Caribe Brasileiro”. Destaque para as praias do Francês, Pratagy, Gunga, Maragogi e Dunas do Marapé.

2- Piscinas Naturais

alagoas2

“Menina dos Olhos” de todo e qualquer turista que pretende se aventurar neste paradisíaco estado brasileiro, as piscinas naturais formadas nos arrecifes de corais no período de baixa maré encantam na mesma proporção que surpreendem os turistas. Rasas, transparentes e pontuadas por peixinhos coloridos, a atração, que muito se assemelha a um aquário a céu aberto é um verdadeiro convite ao inesperado e é visita obrigatória em qualquer roteiro de viagem pelo destino.

3- Gastronomia

Marcante, saboroso e cheio de aromas e gosto, os pratos alagoanos carregam diversos ingredientes e surgem como um excelente motivo para justificar a viagem ao destino. Os mais nobres frutos do mar, como sirigado, arabaiana, cioba e os camarões de água doce estão por lá. Uma vez em Alagoas, não deixe de visitar o restaurante Varandas do Mar, na Pousada Casa Caiada e experimentar o prato Dom Fernando, que é uma deliciosa Moqueca de Frutos do mar tipicamente alagoana.

4- Passeios incríveis

alagoaas

Não que os outros estados e países vizinhos não ofereçam isso, mas só em Alagoas é possível permear por todos os gostos e perfis de uma só vez. Gosta de história? Que tal reservar uma tarde para caminhar no calçamento de pedra e observar os prédios neoclássicos do bairro de Jaraguá, em Maceió? Prefere fazer compras? Sem problemas! O Pontal da Barra, também na capital, é uma excelente opção para andar sem pressa entre os artesãos. Os aventureiros também não ficam de fora. Na Praia do Francês, a queridinha do estado, é possível surfar e andar de catamarã, que é uma espécie de barquinho/jangada. A vida noturna também é bem agitada. O Café De La Musique e o Boteco do Fim do Mundo, também na capital Maceió, surgem como opção para os perfis mais distintos.

5- Fator Brasil!

Alagoas é do Brasil e o povo alagoano é um dos mais acolhedores do país. Não há como não se encantar com a hospitalidade e com o delicioso sotaque arrastadinho desse estado pequeno em tamanho e gigante em tesouros.

toronto_7
DicasInternacional

Intercâmbio depois dos 50

Existe idade para fazer intercâmbio? Se você acha que sim, está na hora de deixar esse pensamento para antes de 2018.

Nos últimos anos, foi registrado um crescimento de aproximadamente 20% no intercâmbio para a faixa etária acima dos 50 anos, de acordo com a CI Intercâmbio e Viagem. Estudar no exterior não é coisa de jovem, não há uma idade correta para viver novas experiências. Muitas vezes, a estabilidade financeira é um fator facilitador, em outros casos, aprimorar o idioma para se destacar ainda mais no trabalho pode ser o estímulo necessário.

Para Candida Elisa Borella, de 56 anos, a oportunidade de fazer o intercâmbio veio com a aposentadoria. “Sempre quis ter uma experiência no exterior mas não pude fazer isso na adolescência, e a vontade cresceu quando me aposentei. Escolhi o curso intensivo, com aulas de manhã e à tarde. Queria estudar o máximo possível para aproveitar bem minha viagem”, comenta.

couple-1353561_1280

Os destinos mais procurados pelo público da terceira idade são Canadá, Inglaterra, Espanha, Itália e Malta. A escolha de Candida Elisa foi pela cidade de Victoria, no Canadá, por ser uma cidade pequena e bonita. Optar por destinos menores ajuda na hora de treinar o idioma. Geralmente os moradores locais disponibilizam mais tempo para conversar, o que torna a experiência ainda mais proveitosa.

As conquistas são muitas para quem faz o intercâmbio na terceira idade, principalmente na questão pessoal. Além de aprender um segundo idioma e conhecer novas pessoas, ele vai viver uma experiência única, que muitas vezes não conseguiu ter na juventude.

E a Candida não quer parar, tem um projeto de conhecer três países com o esposo quando ele se aposentar também. “Não deixe que a questão da idade seja uma desculpa, pois, sem sombra de dúvida, isso não é um empecilho”, aconselha a intercambista.

Espero que essa história seja um estímulo e um exemplo para você, seus pais, amigos, avós e quem mais tiver interesse no assunto.

excursao
Dicas

6 vantagens de viajar em excursão

Vira e mexe alguém me pergunta sobre isso: é melhor viajar com agência ou por conta própria? Depende muito do seu estilo de viagem, do quanto você quer gastar e principalmente do quanto você está disposto a pesquisar. Porque viajar por conta própria dá trabalho!

Como a data de início de ano é propícia para planejar, vou trazer hoje alguns pontos positivos de fazer viagens em excursão, em que um grupo de pessoas faz um mesmo roteiro, organizado por uma agência de viagem.

Confere aí e se anima pra ir na agência mais próxima!

1. Tudo planejado
Você não precisará pesquisar hospedagens, atrações, restaurantes, comparar preços e montar um roteiro. A excursão já tem um itinerário programado só esperando você. Geralmente ele é preparado por especialistas que conhecem muito bem as cidades visitadas.

2. Guia
Em uma excursão, você estará acompanhado de um guia que fala a sua língua, conhece as cidades e seus pontos turísticos. Isso significa muito aprendizado sobre a cultura local, além de mais tranquilidade ao explorar os destinos.

3. Suporte da agência
Como você está viajando em grupo e acompanhado de um representante da agência que organizou tudo, não precisará se preocupar com situações chatas, como chegar em um hotel em que a recepção não encontra sua reserva, ou te cobra por algo que não é devido.

4. Bons hotéis
Nem sempre os hotéis são aquilo que parecem ser pela internet. Viajando em excursão, você não terá surpresas, uma vez que todas as hospedagens são conhecidas e devidamente testadas pelos especialistas da agência e o padrão de qualidade garantido.

5. Sem filas
Os pontos turísticos mais populares costumam ser muito cheios. Mas, neste tipo de viagem, alguns dos ingressos são comprados antecipadamente, e você não precisa esperar muito tempo em filas.

6. Companhia
A excursão é, em sua essência, uma viagem em grupo. Por isso, é também uma oportunidade de conhecer gente nova. Vocês viverão experiências marcantes juntos, o que pode resultar em amizades incríveis. Também é uma boa opção para quem não curte viajar sozinho, mas está sem companhia.

*Com informações fornecidas pela Agência Abreu.

parasail
RNTurismo de aventura

Conheça o Parasail, em Ponta Negra, um passeio para quem gosta de adrenalina

Faz tempo que ando pela praia de Ponta Negra e vejo um paraquedas amarelo com carinha feliz pelo céu. Esses dias, tomei coragem e fui experimentar esse passeio nas alturas. Já adianto pra vocês que se tornou a minha atração favorita na cidade.

O Parasail nada mais é do que um paraquedas, puxado por uma lancha, que te faz planar sobre o mar de Ponta Negra. Você pode chegar a uma altura de 80 metros e ter uma vista incrível da cidade e do Morro do Careca.

Não é um passeio pra quem tem medo de água nem de altura. Ou é, se você quer superá-los.

No ponto de apoio em terra, a própria loja do Parasail, você recebe as primeiras instruções sobre o passeio. É lá também que você deve deixar todos os pertences que não vai levar na lancha, assinar o termo de compromisso e deixar o telefone de algum contato em terra. Medidas de segurança.

Para chegar até a lancha onde o passeio é realizado, você precisa entrar no mar, com a água mais ou menos na altura do seu peito, e embarcar em uma jangadinha a motor que vai te levar até a lancha principal.

Chegando lá, aproveite pra tirar umas fotos com o morro do careca ao fundo, porque não é todo dia que você tem uma vista como essa, não é mesmo?

Você vai ser orientado sobre o equipamento de segurança e deve seguir todas as instruções passadas por Mike e Haroldo, os guias super bacanas dessa aventura.

Eles vão acoplar o paraquedas a lancha e fazer com que ele “infle”. Em seguida, você será a sua vez de se posicionar, ser preso ao paraquedas e ser lançado.

A palavra lançado pode dar a impressão de que acontece em alta velocidade, mas é só a forma de falar. O passeio é super tranquilo, sem turbulência, só com uma vista linda, um silencio absoluto e uma paz incrível lá em cima.

O tempo de voo é de cerca de 10 minutos, que eu achei pouco no início, mas é mais que suficiente. Como a lancha leva de 1 até 6 pessoas, se você estiver com mais 5, vai passar mais tempo no mar esperando os seus colegas voltarem.

Durante o trajeto, nosso capitão dá umas desaceleradas na lancha pra que você molhe os pezinhos na água e faça fotos incríveis!

Ah! Falando em fotos, você receberá uma câmera à prova d’água, que filma e faz fotos de todo o passeio. Em seguida, é só solicitar a Leonor, na loja do Parasail, que ela te envia. O valor é cobrado a parte. Se preferir, leve a sua câmera!

O passeio tem saídas diárias, às 9h, 12h e 15h, da orla de Ponta Negra. Para adquirir o passeio basta acessar www.parasailnatal.com.br e fazer a reserva.

Vão lá, façam o passeio e venham aqui me contar se é incrível ou maravilhoso!