439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42
Exemplo máximo de elegância de ser, de vestir... coerência!! Até descalça consegue ser elegante: Costanza Pascolato

Exemplo máximo de elegância de ser, de vestir… pura coerência!! Até descalça consegue ser elegante: Costanza Pascolato

Ontem abordei a questão de repetir roupas, disse que era chic & elegante. Mas disse também que ambos os conceitos eram diferentes.

Na realidade, muita gente mistura tudo e colocam-as no mesmo contexto. Na real, não estão erradas em fazer isso…

Só que enxergo ambos diferentes:

Chic – uma pessoa pode não ser elegante, não ser sempre educada, etc, mas em alguma ocasião ou oportunidade, essa pessoa acerta na roupa, acerta na festa, no bom gosto de uma determinada coisa, e nessa ocasião Ela é considerada chic. Isso a chancela de chic, e não necessariamente de elegante.

Elegante – elegância tem essencialmente a ver com comportamento, com coerência de ser e viver, com cultura do bom gosto, com atitudes e, principalmente, EDUCAÇÃO. Sem dúvidas é mais abrangente e forte ser elegante, lhe chancela pra ser chic em quase todas as searas da vida. Uma pessoa que tem educação, sabe falar e se comportar, tem bom gosto, pode não estar com a melhor roupa ou fazer as melhores escolhas materiais, mas tem porte e educação pra ser elegante.

Como diz Danuza Leão, um exemplo de elegância nata e aprimorada pelos regados e experiências da vida: “é tudo tão simples, mas dá trabalho.”

Um detalhe: como tudo na vida, ser chic e elegante podem ser aprimorados. Agora, se em Você são habilidades natas, aí Você aproveite pra viver bem…

Captaram?

Abraços e uma feliz quinta-feira!!

Comentários do Facebook

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Captado!
    Tem gente elegante desde a hora que nasce. E tem gente que nem consegue ser chic e nem elegante, mas se esforça. Esforço reconhecido, é possível que consiga ser chic com algumas dicas e auxílio de um profissional. Já a elegância… Não é para muitos.

Deixe um comentário