A notícia está na Veja que chegou às bancas nesta sexta-feira.

O climão entre os ministros Paulo Guedes  (Economia) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) continua difícil e não reservas mais para ninguém.

O último desabafo ocorreu no Palácio do Planalto ao próprio presidente Jair Bolsonaro, quando Guedes teria dito:

Esse Marinho continua querendo afundar o barco.

A arca de Noé f…. Tem sempre um pica-pau a bordo para ferrar o negócio todo. 

O estresse de Guedes tem nome; orçamento.

Para ele, Marinho articulou com o Congresso inflar as emendas da sua pasta de olho nas eleições de 2022:

Ele combinou com o relator para furar o teto. 

O que Guedes não sabe – e nem a revista registra – é se Marinho contou com o aval do chefe para adaptar o Orçamento às necessidades do momento. Para o Congresso e para o Palácio do Planalto.

Comentários do Site

Deixe um comentário