O Amapá segue sem energia há 57 horas.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, esteve ontem no estado e detalhou possíveis planos a serem adotados para que o fornecimento seja normalizado.

Existe uma previsão de que ainda hoje um dos geradores afetado pelo incêndio de terça-feira em uma subestação de energia seja recuperado e normalize o fornecimento entre 60 e 70% do estado. O prazo pode ser maior porque a manobra passa por testes.

A cidade de Macapá decretou calamidade pública. A falta de energia elétrica provoca transtornos, como desabastecimento de água e paralisação das agências bancárias.

DO TL 

Amapá é a terra do presidente do Congresso, Senador Davi Alcolumbre, que se pronunciou pelas redes sociais.

Apagão no Amapá: o @Minas_Energia informa que duas máquinas estão a caminho do estado para filtrar o óleo do gerador que vai restabelecer 70% da energia no Amapá. Como as máquinas virão de fora, o processo pode levar mais 24h.

Palas últimas previsões, o senador terá que rever a meta. A #SOSAmapa segue nos assuntos mais comentados desta sexta-feira, apesar da concorrência de Biden e Trump.

Deixe um comentário