26 de fevereiro de 2024
Novidade

Valéria Oliveira reúne convidados especiais na última edição do ano da roda “Cores do Nosso Samba”

Samba é movimento, é abraço caloroso e remédio para a alma. Sob o comando da anfitriã Valéria Oliveira, acontece a última edição do ano do “Cores do Nosso Samba”, a roda mais colorida da cidade, no Espaço Cultural D’Praia, em Ponta Negra, neste domingo, 17 de dezembro.

Uma das tradições do projeto é a reunião de personagens importantes do samba potiguar, entre cantores, compositores, instrumentistas e intérpretes, fortalecendo a raiz do samba que é feito no nosso estado.

A roda Cores do Nosso Samba, no entendimento da sua anfitriã, é também um espaço físico e simbólico que tem o compromisso de elevar e fortalecer a participação feminina no samba. Com esse intuito, o projeto também tem se conectado com artistas que fazem parte desse movimento em âmbito nacional.

Nesta edição Valéria recebe Marina Íris – mulher negra e carioca, cantora revelação da nova geração da música popular, compositora e militante, que canta com voz marcante e interpretação criteriosa, as esquinas e lutas atuais. Recentemente lançou seu quarto disco solo, “Virada”, com participações como Péricles, Diogo Nogueira, Moacyr Luz, Renato da Rocinha, Amando Amado, Marcelle Motta e Deborah Vasconcellos. É também idealizadora e diretora artística do projeto inédito de resistência feminina preta “É Preta”; Fabiana Cozza – artista negra brasileira, cantora, intérprete, professora e pesquisadora. Sua caminhada passa pelo teatro, dança e música. Fabiana acaba de lançar “Urucungo”, seu novo álbum, difundindo obras inéditas do compositor Nei Lopes, uma contribuição inestimável à música negra; Samara Líbano – violonista que tem participado, ativamente, de shows e gravações com grandes artistas da música popular brasileira como Zélia Duncan, Ana Costa, Marina Íris, Nilze Carvalho. Atualmente faz direção musical do projeto Pagode, Preta e Um sorriso Negro com a cantora Teresa Cristina, compõe o grupo Jazz das Minas com Maíra Freitas, é violonista do cantor Marcelo D2 e participa do projeto Sambas e Bossas com Roberta Sá. Valéria recebe ainda os potiguares Edja Alvess – com 24 anos de carreira, descobriu a paixão pelo samba lá pelos anos 2012 quando iniciou seu projeto “No Samba e na bossa ” desde então, não deixou mais o samba de lado; Vinícius Lins – cantor e compositor que integrou os grupos de samba Quarteto Linha e Bloco da Madame, assim como a roda de samba do Ribeira Boêmia. E Babá Cláudio – cantor e intérprete oficial da A.R.C.E.S. Batuque Ancestral, fundada pelo sambista Carlos Brito, cujo principal objetivo é preservar e enaltecer os nomes da cultura ancestral africana e afro-brasileira, por meio de sambas-enredos e manifestações culturais, artísticas e musicais.

O balanço dos intervalos fica por conta da DJ Amanda Lisboa.

O repertório abarca uma variedade de subgêneros do samba, e outros ritmos afro-brasileiros, mesclando samba canção, pagode, partido alto, samba enredo, Ijexá, samba de roda, entre outros, ao sabor dos gostos pessoais da anfitriã, dos seus convidados e das suas convidadas.

Na banda, Raphael Almeida (Cavaco e direção musical), Jubileu Filho (7 cordas), Jane Eyre (Sax e flauta), Aluízio Pizão, Kelliney Silva, Ninho Brasil e Toninho Melé (percussões) e Michele Lima (vocal).

A estrutura contará com alimentação e bebidas com os espaços Salut Drinks, com caipirinhas e destilados; Cozinha da Nega; Caldinho Goumert, Chaminé Café, entre outros.

A roda “Cores do Nosso Samba” conta com o patrocínio da Prefeitura do Natal, Hospital do Coração, HC Cardio e Humana Saúde, por meio do Programa Djalma Maranhão, e tem realização da Green Point Produções e Valéria Oliveira Produções e apoio do D’Praia.

Siga o ULYSSES FREIRE no Instagram: @ulyssesfreire

Entre em contato: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *