25 de abril de 2024
Turismo

Nascente do Potengi, em Cerro-Corá, pode virar atração turística

Equipes técnicas de três órgãos do governo do Rio Grande do Norte visitaram na semana passada a nascente do Potengi, localizada em Cerro-Corá. Foram averiguar as condições ambientais e possíveis adequações para que a área possa se tornar um roteiro turístico
estruturado, integrando-se aos outros destinos que formam o Geoparque do Seridó. 

Estiveram no local a secretária de Turismo Ana Maria da Costa, a subsecretária de Política e Gestão Turística, Solange Portela, o diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), Leon Aguiar, e o coordenador de Meio Ambiente e Saneamento da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Robson Henrique.

Eles foram acompanhados por técnicos das secretarias e da prefeitura municipal de Cerro Corá, que avaliaram intervenções para ampliar a proteção da nascente, garantindo um maior cuidado também com os visitantes que realizam turismo de aventura e aulas de campo na área.

Por caminhos sinuosos, 800 metros distante da sede do sítio Chã da Divisão, propriedade onde está a nascente, estão os filetes de água que, de maneira ainda frágil, formam os primeiros caminhos do rio Potengi. A necessidade de preservação da área que sofre com a degradação das matas ciliares é fundamentais para a manutenção do manancial.

Uma melhor infraestrutura de suporte aos turistas também é uma reivindicação dos moradores da área, que puderam apresentar suas ideias em uma reunião antes da visita à nascente. Eles pedem, entre outros pontos, a construção de banheiros para uso dos visitantes e um pórtico de entrada com informações sobre a trilha.
 
As secretarias e o Idema prometem formular um projeto técnico que atenda à necessidade de cercamento da nascente, bem como a estruturação da trilha para o turismo. Com esse projeto, a ideia é conseguir apoio para sua realização com empresas que tenham atividades de impacto ambiental na região, caso das eólicas, ampliando as contrapartidas socioambientais dessas empresas.