26 de maio de 2024
Hospedagem

Com investimento de R$ 5,7 bilhões, setor hoteleiro prevê 108 novos hotéis até 2027

Os bons números que o Turismo vem acumulando neste ano têm animado a hotelaria do país. Isso porque, o setor prevê a construção de 108 novos hotéis nas cinco regiões do Brasil, que devem atrair um investimento na ordem de R$ 5,7 bilhões. Ao todo, o país contará com quase 18 mil novos quartos distribuídos por 93 cidades que, em sua maioria (78%), estão localizadas nas regiões Sul e Sudeste. As informações são do relatório Panorama da Hotelaria Brasileira de 2023, produzido pelo Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB).

O estudo trouxe ainda que 7 em cada 10 novos hotéis estão sendo construídos no interior do país. De acordo com a ministra do Turismo, Daniela Carneiro, a alta procura pelo turismo rural e pelo ecoturismo têm incentivado que as grandes redes construam unidades fora dos grandes centros.

“Como impacto da pandemia, tivemos uma variação no interesse do turista, que passou a procurar mais destinos de natureza e o meio rural, com atividades da agricultura familiar. Por isso, já estamos atuando no desenvolvimento desses dois segmentos, através de projetos como o RedeTrilhas e o Experiências do Brasil Original, que apoiará a estruturação de roteiros turísticos em comunidades tradicionais do país”, disse.

Entre os estados, São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina apresentaram os maiores quantitativos de Unidades Habitacionais (UH’s) dos novos empreendimentos. O estado catarinense, inclusive, se destacou este ano com cinco novos hotéis a mais do que a edição do ano passado. No região Nordeste, o estado de Pernambuco foi o que mais se destacou seguido pelo Ceará. Já no Centro-Oeste, Goiás deverá contar com pelo menos 5 novos hotéis.

Recentemente, o Ministério do Turismo lançou o projeto Experiências do Brasil Original que irá apoiar a estruturação de roteiros turísticos em comunidades tradicionais do país, valorizando e dando visibilidade a povos indígenas e quilombolas. A estruturação de roteiros turísticos nestes locais deve contar com o apoio dos ministérios do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, dos Povos Indígenas e da Igualdade Racial, além de instituições como a Universidade Federal Fluminenses (UFF) e a Sociedade Alemã para Cooperação Internacional (GIZ).

PORTAL DE INVESTIMENTOS – O Ministério do Turismo dispõe de um portfólio digital que reúne oportunidades no setor de forma a aproximar empreendedores e o poder público. A plataforma busca atrair recursos privados e fomentar negócios e lista iniciativas em 20 estados de todas as regiões do país. Permanentemente atualizado, o sistema indica projetos divididos por segmentos como aventura, ecoturismo, negócios e eventos. O site possui, ainda, uma área que proporciona acesso ao Guia do Investidor, com informações e orientações para este público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *