1 de março de 2024
TJRJ

Juiz condena delegado de polícia a nove anos de prisão e perda da função

A 1ª Vara Criminal Especializada condenou a nove anos e sete meses de reclusão, com a perda do cargo público do delegado de polícia Maurício Demétrio Afonso Alves, que foi denunciado por obstrução da justiça. Maurício Demétrio está preso desde 2021, acusado de cobrar “propina” no exercício do cargo de titular na Delegacia de Repressão Imaterial e montar falsos “dossiês” para a incriminação de autoridades e, assim, impedir investigações sobre as suas atividades.

O juízo da 1ª Vara Criminal Especializada no Combate ao Crime Organizado apontou que Maurício Demétrio utilizou a sua função de delegado de polícia e toda a estrutura da instituição policial para criar um complexo plano, que contou com a instauração de procedimentos policiais e administrativos disciplinares fraudulentos. A sentença também menciona o padrão de luxo vivido pelo delegado, incompatível com os seus ganhos no exercício do cargo público.  

TJRJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *